Almar é o único compositor ao vivo do mundo. Todas essas músicas foram compostas na hora em que foram executadas e gravadas. Almar fez tudo sozinho, sem nenhuma ajuda. Todas são porpriedade legal de Almar. Almar nunca mais toca depois de composta a música. Assim, quem assiste ao vivo e um privilegiado. Essas gravações são apenas registros do que realmente FOI a música, quando nasceu, crescen, viveu - e morreu. Assim, passa a ser eterna apenas na memória dos privilegiados que estiveram presentes e ouviram a música viver. Por isso Almar NÃO PERMITE QUE OIUTRAS PESSOAS INTERPRETEM SUAS MÚSICAS. Por isso esse site. Qualquer um pode ouvir as gravações  - o que restou, onde quiser. Mas não pode interpretar. Isso é um DIREITO LEGAL de Almar. Divirta-se!

 


                                        

 

      Músicas

     colocadas

         

 

As músicas serão mantidas na página, por algum tempo, depois retiradas. Você somente poderá ouvir Almar ao vivo, sempre, em seus shows.

 

Esses vídeos, esses sons dessa página - e em todos os sites e arquivos de som de todos os lugares, CDs, DVDs, qualquer tipo de gravação, apresentam, apenas, no máximo - TALVEZ! - 2% do que foi apresentado ao vivo. A simples gravação, mesmo no melhor aparelho possível, perde 90% do som, quase todos os harmônios.
Numa gravação, o  som é transformado em sulcos num vinil, em 0 e 1 num CD ou pior, num wav e "mais pior ainda", num vil mp3, wmv, mp4. Sobra muito, muito pouco.
Isso num aparelho físico, como num tocador de CD, desses modernos, de 4000 wats, espetaculares. Na internet é pior.
Principalmente NÃO É AO VIVO, o que perde todo o FATOR HUMANO, o fato de sua mente harmonizar-se ao vivo  com a mente de Almar e ambos praticamente criarem a música. Não há comparação com a gravação.
Para piorar, os áudios são em mp3 e os vídeos em wmv e mp4, técnicas de diminuição dos arquivos (para "encolherem" os arquivos, tiram, literalmente, partes da música, deixando o mínimo...!!!), para poderem ser usadas online e, da gravação que já só tem 2% do show ao vivo, tiram quase tudo da música, 80% do som que sobrou, dos graves, dos agudos, dos raros harmônios que sobraram. Fica quase nada. Fica 0,001%...
Por isso dizemos que as gravações são cadáveres, porque a música só vive ao vivo (!!!), só é realmente  música enquanto está sendo criada, em tempo real.  A MÚSICA REAL SÓ EXISTE AO VIVO, JAMAIS GRAVADA!
Lembre-se que Almar NÃO é um intérprete, ele CRIA ao vivo. Aí, a música  NASCE, CRESCE, VIVE - E MORRE.
Sobra o cadáver da gravação.
Na Pedra do Sal, um lugar folclórico do Rio de Janeiro, pessoas passam que quase dias cantando e tocando músicas, que, embora cada um continue sendo um cadáver, interpretado ao vivo, por ser ao vivo, a voz dos cantores, o som dos instrumentos encanta e extasia as pessoas... calcule ouvir Almar criar ao vivo!
Claro, você pode ouvir a gravação para LEMBRAR da experiência de ter ouvido Almar ao vivo mas, se nunca esteve, ao vivo, participando, nunca ouvirá, mesmo. Contatará um cadáver.
Se não esteve ao vivo, mesmo  ouvindo a gravação, como as dessa página, não terá a participação com Almar. Só ao vivo.

 

 

A gravação pode ser "bonita". Mas não é mais Future Music, que é o fato de a música ser criada ao vivo, ouvir ao vivo.
Todas essas músicas - dessa página - de modo algum são suficientes, não bastam em si mesmas, são, no máximo, índices para você dar um jeito de ouvir Almar ao vivo -  a maior experiência de vida que um ser humano poder ter!
Porque, quando não se teve uma real participação artística, não se viveu, ainda, como ser humano real. 
Se não ouvir jamais Almar ao vivo, jamais terá vivido uma experiência artística, de verdade, jamais será um ser humano de verdade, porque nunca terá vivido, de verdade, a arte, a vida, o som, o HUMANO. Porque a música real, por ser escala - e tudo no mundo se faz como escala, campo (uma pedra é escala,  uma árvore é uma escala, uma viagem é uma escala - por consequência, sua vida é escala...!) a música real é a única arte que leva uma pessoa a ser, realmente humano. Sem ela, nunca será.

E, estando ao vivo, como seu corpo é música, como sua vida é escala, você pode aproveitar e escalar tudo em sua vida, em seu corpo, apenas com a música. Ou apenas divertir-se a valer...
Assim, a música  é a única arte que leva você ao humano. Mas só ao vivo.
Porque a música sempre é temporária, só existe, conforme João Cabral de Melo Neto, "enquanto voam suas redes". Só existe enquanto Almar a cria. Depois, não existe mais, só seu corpo morto, a gravação.
E Almar é a única pessoa - artista - que faz isso.
As músicas que não são criadas ao vivo, que não são Future Music não são músicas reais, realizam-se com construções e interpretações - nunca existiram como seres vivos, como a música de Almar, que realmente existe.
As músicas de Almar vivem quando Almar as cria e executa e interpreta - tudo ao mesmo tempo, na hora, em tempo real.

 


As outras músicas foram criadas friamente em estúdio, passo a passo, nota a nota e depois interpretadas, em geral a partir da fria partitura - nunca foram vivas, mesmo. Nunca vivem! Mas podem ser espetaculares, mesmo assim.
As outras realizações podem ser maravilhosas. Como um concerto de Mozart, como uma música popular de um Cartola, de um Lenon, mas nunca foram música real, viva. Lindas, mas não vivas. Nasceram mortas. Mas são lindos cadáveres.
Há CONSTRUTORES de música, que constroem suas músicas, tijolo por tijolo, lentamente, num estúdio e os INTÉRPRETES, que tentam dar vida a cadáveres. Podem realizar shows espetaculares. Mas são necromancia musical...
Por isso, o trabalho do maestro é essencial. Dar vida ao que nunca viveu. Espetacular.

 


Por favor, entenda, não estou dizendo que a música de Almar é melhor que a música convencional. Só estou dizendo que é DIFERENTE. E nova.
Almar é a apaixonado pela música convencional. Não se pode negar Bach e  nem Bernstein. Nem mesmo RAP.  
Muita gente gosta da música de Almar e outras pessoas, não.
Aliás, para desespero dos músicos, a maior parte das pessoas não gosta de música. Os especialistas dizem que uns 10% das pessoas gosta de música. Para mim e o suficiente.. e mesmo assim, o show business - parte musical - é o segundo melhor negócio do mundo, abaixo apenas do tráfico de drogas...


No máximo, você pode assistir ao vivo uma transmissão em streaming e hologramas, nada mais - porque perde-se pouco e é em tempo real, ao vivo - há a comunicação! Porque Almar não pode estar em todos os lugares e todos  amantes da verdadeira música têm o direito de ouvir Almar ao vivo. Você pode estar na China e ouvir Almar ao vivo do Rio, por holograma. Informe-se. Mas o ideal é vir ao Rio, no Museion  - ou onde Almar estiver criando som.
Mas, como a música de Almar é fabulosa, o pouquinho que resta já fica tão maravilhoso, como por exemplo a gravação de Aeriz e de outras. Mas é como se comparássemos um rabisco de um garotinho de cinco aos com uma obra de Da Vinci. Ouvir Almar é ao vivo. Aqui, temos um belo cemitério. Não tenha medo, ouça.

 

                    NÃO HÁ NADA MELHOR, NA VIDA, DO QUE OUVIR FUTURE MUSIC.
O resto, é consequência. Ou não...!

 

 

 Como toda a música, você NÃO PRECISA conhecer a teoria que está por trás dela. Você não precisa ler as muitas informações técnicas e artísticas que há abaixo.

Pode comprar logo seu ingresso e ir logo OUVIR Almar! E ter uma vida incrível!

 

A ÚNICA MÚSICA BASEADA EM CIÊNCIA

 

A ÚNICA MÚSICA REALMENTE ARTÍSTICA
 

A ÚNICA MÚSICA BASEADA NA REALIDADE

 

A ÚNICA MÚSICA REALMENTE MODERNA

 

A PARTICIPAÇÃO DIRETA DO OUVINTE

 

TUDO É CAMPO, TUDO É MÚSICA

 

A MÚSICA MUDA TUDO; TUDO MESMO!

Almar future music nova música poder brasileira popular new age

 

 

Ninguém ouve Almar impunemente. Quando o som começa, você mergulha na massa de som, há a imersão do espectador no som. Somente ouvindo, para entender o  que é. E não vale a pena ouvir gravações, porque somente funciona ao vivo. Na hora.

A música de Almar é a primeira quebra real com o passado, na arte, na música.

O que ele faz nada tem a  ver com a antiga teoria musical. Porque ele CRIA uma nova teoria, baseada em pesquisas científicas, o que faz uma Música Real ou Nova Música, a primeira vez que se faz música moderna, quebrando todos os parâmetros, abandonado o velho e trazendo o absolutamente novo.

Cada instrumento é tocado de uma maneira inteiramente nova. Se você toca algum instrumento não verá Almar tocar como você conhece, ao contrário, parecerá a você completa maluquice. Então, apenas OUÇA e goste ou não goste.

Então Almar toca enquanto cria, enquanto inventa a música. Isso é a nova maneira de tocar a Futue Music.

Mas a música de Almar só tem sentido se imersa na teoria da arte que Almar criou, Formatos. Formatos ensina que a obra de arte só é obra de arte se parte de dentro do artista, parte da divindade dentro do artista, a partir de uma espécie de "rascunho" que o artista faz. O "formato".

Não é possível fazer Future Music e Música Real, sem Formatos

Ou seja, quando Almar toca, cria, atinge profudamente a alma do espectador, o espectador, queira ou não PARTICIPA do processo. Só lhe resta MERGULHAR NA MÚSICA, IMERGIR, no som

Mas a descrição não vale nada. Só ouvindo.

 

 

 

 

O Museion é o lugar especial onde Almar cria som.

Tem diversos estúdios, de música, pintura, escultura, desenho, lieratura, uma biblioteca, uma filatélica e uma numismática.

Almar cria num grande palco sempre com mais de 50 instrumentos, piano de cauda, teclados vintage, acústicos para, no máximo, 100 pessoas, 50 sentadas.

Obviamente você terá de reservar seu lugar nos shows em que virá - ninguém vem a um ou mais shows, apenas. Assistir aos shows, passa a se parte da vida da pessoa.

O Múseion é um LUGAR MÁGICO, o Palácio das Artes de Almar

    

 

 

 

 

 FOTOS DE ALMAR E DO MUSEION

 

 

 

 

  

  

 file3-2.jpeg              

FOTOS AO LADO DA REVISTA ISTO É, NÚMERO 2514, 28 FEV 2018

O VELHINHO DE 74 ANOS, CRIADOR DO SISTEMA, MÚSICO. ETC.

 

CARACTERÍSTICAS ORIGINAIS DA MÚSICA DE ALMAR

Tudo será criado na hora, som, luz, tudo. Tudo começa do ZERO!

 

 

 Como não é um show programado, não tem tempo programado. Pode durar quinze minutos ou dez horas. Depende de como estiver o artista. E, se durar 15 minutos, o ingresso NÃO será devolvIdo...

 

 

 

 CRIAÇÃO é o nome do jogo.
Almar NUNCA interpreta, mas CRIA, como se tocasse a música já feita.
É isso mesmo. Almar vai  criando e tocando, AO MESMO TEMPO.
Como se houvesse feito antes a música e a houvesse decorado. Ou que estiesse frente a uma partitura que ele houvesse estudado antes, cuiadosamente.
Mas não é assim.

Almar faz FUTURE MUSIC, que é o ato de fazer música na hora, como se a estivese interpretando - e NUNCA MAIS A TOCA!

 

Esse vídeo não foi editado e tem uma fala antes de começar a música. Deixamos assim.

 

 

 Almar usa bateria acústica, percussão, baterias eletrônicas das mais diversas, mas NUNCA para acompanhamento. Sempre SOLANDO. Ou seja, faz música na bateria, na percussão.

 

 

 

Pesquisando em outros campos, para outros objetivos, Almar descobriu que a música convencional nada tem a ver com a realidade. Considerando que tudo é campo, ou seja, música, Almar criou a Música Real baseado na pesquisa de campos, física teórica do século XX. A Future Music também.

 

 

 Mas. mesmo assim, a música de Almar é um tsunâmi de som, porque o ouvinte participa, diretamente, da criação, ao vivo.

 

 

 

Almar não e um virtuose -  no sentido restrito da música convencional, nem músico ele é... Por isso não o veja tocando violão ou piano como você aprendeu a tocar. Porque Almar criou uma maneira totalmente nova de tocar cada instumento. E ele não a ensina... Já ensinou muita coisa e foi muito roubado.

 

 

 

Conforme  sua vontade, Almar escolhe tudo na hora, instrumentos, luz, tudo.

 

 

 

 Em cada show Almar cria músicas novas e totalmente diferentes. Cada sow que você assistir será   show diferente com músicas diferentes.

 

 

 

 Almar não usa as antigas - e irreais - teorias da arte. Como pesquisou a realidade com outro fins, descobriu o que faz de algo arte: o Formato.

Todo o trabalho de Almar parte de FORMATOS.

 

 

  

 Almar NÃO é autodidata. É um rebelde, mas não autodidata. Criou teoria da Arte, a Nova Música, a Future Music,  mas não é autodidata. Parece que é porque jogou fora tudo das velhas teorias e usa as novas, suas.

 

 

 

 

 

 Almar lança-se agora no mundo artístico profissional, mas toca como amador esporadicamente, é claro, desde 1960.

 

 

 

 

Almar ouve muita música, de todos os tempos e isso marca seu trabalho.

 

 

 

 Almar  vem tocando e compondo, há 70 anos.

 

 

 

 Almar usa todos os recursos possíveis eletrônicos e digitais para sua música.

 

 

 

Almar orgulha-se de, nos shows, criar sons novos em instrumentos em que ninguém pensaria isso, como flautas, trompete, mesmo teclados (não necessariamente sintetizadores) até mesmo em piano acústico de cauda.

 

 

 

 

 A maioria dos shows, hoje, é um show de luzes, cores, dança, sensaç~es corporais, rapel, tiroleza, drogas, adrenalina, ocitocina... bailarinos, crianças - menos som - ou o som em segundo plano.

O show de Almar é para OUVIR.

É apenas MÚSICA PARA OUVIR DE OLHOS FECHADOS. Tipo "som", tipo "ouvir"...

 

 

 

 Almar criou a Future Music que é a nova maneira de tocar compondo em tempo real, peças completas. Não é improviso, nem jazz, nem repente.

 

 

 

Um produto é de grife quando o comprador tem uma peça única, personalizada, que só ele usará.

Almar faz música de grife porque somente seu espectador de um show terá essa música, mais ninguém e porque ele se harmoniza com cada participante, fazendo dessa experiência única.

  

 

 

 Como a música de Almar são escalas naturais, criadas intuitivamente, há uma automática harmonização do ouvinte a partir da música que está sendo criada

 

 

 Almar CRIA música eletrônica, com grooves, baterias, sintetizadores, instrumentos virtuais, mas instrumentos acústicos, como trompete, piano de cauda, etc.

 

 

 

 Almar faz a música baseada em escalas. Assim a harmonia é entre as escalas

 

 

 

 Almar não faz partitura porque, embora a grave, por questões legais, não quer que ninguém a toque mais. A música de Almar nasce e morre em cada show.

 

 

 

 Almar cria templos musicais. onde há um culto de som à música, à vida, ao Interior e o Poder.

 

 

     

Almar faz não acordes, mas conjuntos de som inventados na hora. apenas com notas verdadeiras da escala real, sem semitons.

 

     

 

 Almar faz a música com duas ou três escalas que são interferências, que  iniciam quando a anterior está passando do mi para o fá e do si para o dó.

 

     

 

 Almar cria as melodias com um processo especial que vai alem da técnica e beira o divino. Claro, não pode ser ensinado. Nem explicado, Nem imitado.

 

   

 

 Almar usa instumentos diferentes para sons diferentes.

 

      

 

 A técnica musical é irrelevante, na medida que o que importa é que Almar está CRIANDO na hora. Mas aos desavisados parece que houve ensaio, que há virtuosismo.

 

    

]

 

 A música está sendo criada em tempo real, na hora!

 

      

 

 Como Almar sempre cria músicas novas, cada show é completamente diferente dos outros.

 

     

 

 

 A música de Almar nada tem a ver com qualquer coisa que você tenha ouvido antes.

 

      

 

 

 A festa começa sempre do zero absoluto.

 

   

 

 

 Almar nunca usa a teoria convencional mas a Nova Música e a  Future Music

 

 

 A música fica como foi criada, não há edição durante a criação ne depois.

 

 

 Não é permitido gravar o show

 

 

 

 Almar não interpreta cria ao vivo.

 

 

 

 Almar nunca deixará que toquem sua música, a Lei lhe dá esse direito. Quem o fizer será processado e as cópias recolhidas e destruídas. O criminoso pagará indenização da danos morais e físicos,  lucros cessantes etc.

 

 

 

 A música vive apenas durante o show

 

 

 

ALMAR usa teoria própria a Música Real. Ou Nova  Música.

 

 

 

 Almar  cria, cada vez, tudo novo.

 

 

 

 Ao assistir ao show, como você interage com Almar, você construirá sua música - com ele você terá SUA música.

 

 

 

 Almar só toca uma vez. Depois, nunca mais.

 

 

 A música de Almar é como a vida, só vai para a frente, nunca volta, nunca repete.

 

 

 A teoria musical é baseada em pesquisa pessoal e junto à física quantica.

 

 

 Música pura, sem artifícios

 

 

 Almar é o primeiro músico moderno, porque é o primeiro a quebrar todas as regras anteriores.

 

 

 A melodia é a rainha.

 

Como a cada momento é uma nova música, sempre a apresentação é novidade absoluta

.

 

  Pessoas frias, insensíveis, não curtem a música de Almar.

 

 

 A única maneira de se ouvir a música de Almar é ir ao show.

  

 

 Os shows são feitos com sons completamente diferente dos outros shows w intumentos.

 

 

 Almar trabalha sozinho, sem técnicos, sem PA, sem iluminador, tudo na mão dele.

 

 

 

 A música de Almar é para gente especial

 

 

Não tem mote nem refrão. Mas pode ter vários temas ou nenhum.

 

 

 A música de Almar é feita por três escalas.

  

 

 É para OUVIR e não para VER.

 

 

 Você só pode ouvir Almar nos shows.
As gravações são cadáveres, têm menos de 5% da música real.

 

 

 

Não é música popular.

 

 

 Quando você ouve Almar, pode pensar que é uma banda ou mesmo uma orquestra.

 

 

 Se você não ouvir Almar nunca terá ouido música real.

 

 

Nos shows há pintura, desenho, gravura, escultura e livros de Almar - poesia e poesia!

 

 

 

 

 Mesmo que não haja u show marcado, garanta-se, reserve sua vaga e seus amigos. Clique abaixo e compre o ingresso com enorme desconto!

   CLIQUE AQUI!

 

 

 

MAIS IFORMAÇÕES SOBRE A OBRA DE MUSICAL DE ALMAR, CLIQUE AQUI
SOBRE A TEORIA MUSICAL DA MÚSICA REAL  CLIQUE AQUI
SOBRE A TÉCNICA USADA NA MÚSICA DE ALMAR. , CLIQUE AQUI
PARA UMA RELAÇÃO PARCIAL DOS INSTRUMENTOS DE ALMAR,, CLIQUE
AQUI
MAIS IFORMAÇÕES SOBRE  O CRIADOR DO SOM, CLIQUE
AQUI
MAIS INFORMAÇÕES SOBRE  ALMAR, SHOWS, CONTRATAR, ETC. , CLIQUE AQUI
    

                                                                                         OUÇA

                                                                                 Almar

           Almar só toca para convidados exclusivos ou, eventualmente, em alguns locais públicos eventuais
Jamais executa a mesma música, só quando as cria.
Não permite que outro artista execute suas músicas
NÃO É PERMITIDO INTERPRETAR AS MÚSICAS DE ALMAR
Almar processará todos que o fizerem.
Entretanto todos podem ouvir  uma parte de seu acervo musical em
I-Sons. Mas a gravação é só um cadáver, a música de Almar só existe enquanto criada, ao vivo. Depois, é só um corpo morto.

          Almar CRIA MÚSICA AO VIVO, todos os dias,19h - 20h, em seu  Museion, Rua Beiamino Gigli,166, Campo GRande, Rio de Janeiro, apenas para convidados , e via WEB, terças, 21h  em
www.prazer.tv, transmitido do Palácio das Artes, na Rua Beniamino Gigli, 116, Campo Grande, Rio de Janeiro, RJ
           Piano acústico (cauda), Piano Elétrico, Piano Rhodes,  teclados, voz, voz à capela.
          - Teclados, voz e Sopros - clarinete, clarone, requinta, sax tenor, sax alto, sax soprano (curvo e reto) trompete, pocket trompete, trombone, trombonito, ocarinas. flautas indígenas americanas, flauta doce, flauda aborígine australiana, flauta transversa, flautas chineses, talandesa, hindu, pífano, flautas criadas por Almar. de fole, vietnamita, armênia, de pã, boliviana, gaita (harmônica de boca), samphonhas, harmônio, gaita de botão, de jazz, acordeon, trompa, souzafone, escaleta, escaleta pequena, berrante, e outros
           - Teclados e Cordas - Violão, guitarra elétrica, guitarras digitais (Yamaha, Casio, Rock Guitar), violão acústico, violão elétrico, violão folk, ukelele, banjo, guitarrinha, kazoo metálico e plastico, berimbau de boca, bandolin, contrabaixo acústico (baixolão), guitarra portuguesa, contrabaixo elétrico, cavaquinho, sitar, tampura, gaita de blues, gaita bee, gauta gigante, harpa irlandesa, viola caipira, violino acústico, violino elétrico, rabeca, berimbau, berimbau de caixa, berimbau de corda, lap steel, violoncelo, koto, erhu, taishigoto, e outros
           - Teclados e Percussão (atabaques, tambores, cocos, etc), campana, congas, baterias eletrônicas, cajon, pau de chuva, bateria acústica, calimba, címblos pandeiros, carrilhões, unha de cabra, trovão, pinos, agogô, axexé, maraca, sinos, marimbas, xilofone, metalofone, monkey drum, tambores indianos, tamborins, etc., tocados para criar melodias e não acompanhamento.
             Teclado e  Sintetizadores, theremins, VSTI (Instrumentos musicais virtuais), MPC, mixers, samplers, controladores, computadores e programas de som, etc.
             : Uso livre.

          

             Todos os dias as músicas são CRIADAS NA HORA, ao vivo, em tempo real.
             Almar NUNCA toca outra vez a música - nunca mais será executada, até porque ELE NÃO PERMITE QUE SE INTERPRETE SUAS MÚSICAS, não é permitido a nenhum músico interpretar suas músicas, sob pena de uso da Lei, porque esse é um DIREITO SEU.  No caso de uso indevido, serão aplicadas as penas da Lei, inclusive a cobrança de danos morais, lucros cessantes, além da própria Lei de Direitos Autorais.


             Obviamente, em cada dia, serão usado ALGUNS dos instrumentos citados acima.
            Veja lista parcial no
SET que está em Almar Música

            Almar  é o ÚNICO compositor ao vivo, que constrói as melodias, inclusive com voz (poesia) ao vivo, na hora, em tempo real, sem preparação ao vivo, realizando assim future music, a nova maneira de tocar, baseada na Musica Real, a única Teoria Musical baseada na realidade física atual, e a única criada por um único artista, também baseada na Teoria da Arte, a única Teoria de Arte criada nas América, no Brasil, no Rio de Janeiro por um artista brasileiro, carioca, baseada na realidade física, descrita na Sofia do Paradoxo.
 

          
Todos s direitos reservados; - ©Almar 1990 - 2018

       Este site, tecnicamente e legalmente falando é um PROGRAMA DE COMPUTADOR, de propriedade do artista e professor Almar G.G. de Matos - e como tal, legalmente registrado no INPI. NÃO se trata de broadcast, nem de transmissão pública de vídeo e/ou áudio, mas a publicação de um software, devidamente registrado, conforme a lei vigente. Por isso, pode ser realizado, pela internet, em qualquer lugar, público ou não, antecipadamente permitido pelo artista, que quer seu trabalho conhecido e usufruído por todos. Os arquivos de áudio e/ou vídeo, textos, arte são elementos internos componentes do programa acima, que se informa registrado no INPI. Todos os sons não são a interpretação de músicas ou mesmo apresentação musical. Constituem-se em uma mostra e flagrante do momento de criação do som pelo artista Almar, que é compositor (ao vivo) devidamente credenciado, com OMB e SCB. Todos os sons, textos, artes plásticas, gráficos, animações, são de autoria e propriedade do artista - que é editor registrado, artesão, artista plástico com obra catalogada no MNBA, devidamente comprovados e garantidos sua posse e autoria e por isso livremente apresentados ao público. Por isso, conforme a lei, o artista pode mostrar seu trabalho ao público, seja ao vivo ou pela internet, no caso, como componente desse programa de computador. O artista pode realizar a apresentação desse programa de computador e pode realizar a apresentação de seu trabalho, no caso o próprio momento da criação dele, sem impedimentos ou ônus - conforme as Leis de Direitos Autorais, conforme a Constituição e, conforme o Novo Código Civil, por constituir-se de atividade artística, literária e científica, por isso sem necessidade de constituir empresa, haja vista que o programa não se constitui em produto de empresa, mas realização artísica do artista, devidamente registrada e de autoria comprovada, que tem direito de realizá-la.  Assim sendo, qualquer tentativa de impedir ou constranger esse direito do artista constitui crime previsto em lei. As referências a produtos constituem gentileza do artista a pessoas físicas e empresas que gentilmente investem em mecenato em sua obra artística, livremente, o que também é garantido por lei. Todos os impostos  decorrentes e quantias referentes são declarados legalmente..
           
O termo "rádio", no título do site e no corpo do programa, são nomes de fantasia, porque esse programa não constitui brodcast, ou seja, transmissões através de ondas hertezianas, mas a disponibilidade de um programa de computador, na internet, que, como em toda a WEB, é baixado (download) desde o servidor ao terminal (computador pessoal) do usuário, sem custos. Isso é perfeitamegtne legal, em nosso caso.  

     

LEGISLAÇÃO PERTINENTE:

1 - LEI 9.610 DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998:

       Título III

       Capítulo II

       Art. 28 - Cabe ao autor o direito exclusivo de utilizar, fruir e dispor da obra literária, artística ou científica

       Art. 30 - No exercício do direito de reprodução, o titular dos direitos autorais poderá colocar à disposição do público a obra, na forma, local e pelo tempo que desejar, a título oneroso ou gratuito.

NOVO CÓDIGO CIVIL

       Art. 186 - Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito, ou causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete delito.

       Art. 927 - Aquele que, por ato ilícito, (art 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo

       Art. 986 -  Não se considera empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza  científica , literária ou artística, ainda que com o concurso de auxiliares ou colaboradores, salvo se o exercício da profissão constituir elemento de empresa.

CÓDIGO PENAL

     Art. 184  - Violar direitos de autor e os que lhe são conexos:

                       Pena: detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano ou multa.